Genshin Impact Wiki
Advertisement
Genshin Impact Wiki

Ragnvindr, também conhecido como Cavaleiro da Alvorada,[1] foi uma figura histórica que viveu durante o período aristocrático de Mondstadt mil anos atrás. Originalmente um dos cavaleiros que obedeciam aos aristocratas, um encontro casual com a Bailarina Espadachim da Trupe Itinerante e a subsequente amizade com ela o levou a eventualmente se juntar à rebelião de Vennessa.

O Clã Ragnvindr, os proprietários da Adega do Alvorecer, são seus descendentes.

Perfil

Ragnvindr nasceu nos escalões superiores da sociedade de Mondstadt durante o período aristocrático, que viu grande estratificação social. No entanto, ele ficou insatisfeito com a forma como a cidade era administrada, um sentimento que só se intensificou depois de conhecer uma espadachim.[2] Ele decidiu virar as costas em seu antigo modo de vida, dedicando-se à causa de Vennessa quando ela ergueu a bandeira da rebelião.

Dizem que Canções do Cavaleiro são canções escritas pelo próprio Ragnvindr.

História

Rebelião de Vennessa

Como um cavaleiro da aristocracia, Ragnvindr ficou desiludido por sua apatia para com o sofrimento das pessoas comuns. Quando a rebelião da Trupe Itinerante foi esmagada pela aristocracia, a Bailarina Espadachim foi escravizada e transformada em uma gladiadora. Apesar de perder todas as suas esperanças e seus amigos, ela continuou a cantar sobre a liberdade, e suas palavras fortaleceram a determinação de Ragnvindr de lutar contra a aristocracia.

Ragnvindr testemunhou sua batalha final e, após sua morte, escolheu o título de "Cavaleiro da Alvorada" para si em sua honra.[1]Ele então deu a Vennessa sua ajuda depois que ela ergueu a bandeira de rebelião. Ele pode ter trabalhado com Kreuzlied, o único sobrevivente da Trupe Itinerante e um traidor do Clã Lawrence reinante que também ajudou na rebelião.[3]

Após o sucesso da rebelião, Ragnvindr transformou os banheiros internos dos aristocratas na Biblioteca de Mondstadt.[4] Não se sabe se ele se juntou aos Cavaleiros de Favonius após o seu estabelecimento.

Legado

Em algum momento, Ragnvindr ou um de seus predecessores ou ancestrais fundaram a Adega do Alvorecer,[5] que foi passado de geração em geração ao Clã Ragnvindr.

Dois de seus descendentes conhecidos atualmente são Crepus Ragnvindr e Diluc Ragnvindr.

Curiosidades

Histórico de Mudanças

Lançado na Versão 1.0

Referências

Navegação

Advertisement