Genshin Impact Wiki
Advertisement
Genshin Impact Wiki

Gunnhildr foi uma figura histórica em Mondstadt e homônima do Clã Gunnhildr. Ela viveu durante o reinado de Decarabian e se tornou uma devota do espírito elemental do vento que eventualmente se tornaria Barbatos.[1]

Perfil

Embora Gunnhildr não tenha sido a fundadora de seu clã, sua maior contribuição para o estabelecimento da atual Mondstadt levou os descendentes de seu clã a se nomearem com seu nome. Ela era filha do líder do clã e, junto com o resto de seu clã, deixou a capital de Decarabian depois de ficar desiludida com seu governo. Bombardeados por nevascas brutais de Andrius, as orações de Gunnhildr alcançaram um certo espírito elemental. Suas orações, assim como o pedido de ajuda de seu povo, deram-lhe o poder de criar um abrigo para eles. A partir daí, sua fé continuou a crescer, fortalecendo o espírito ainda mais.[1][Note 1]

Depois que o espírito saiu vitorioso contra Decarabian, ascendeu à posição de Arconte Anemo assumiu o nome de Barbatos, Gunnhildr o decorou com louros e seu clã se tornou um dos clãs mais importantes na nova Mondstadt.

História

Gunnhildr era filha do líder de seu clã, que se refugiara na cidade de Decarabian. No entanto, depois de ficar desiludida com o governo indiferente do deus, ela e seu clã deixaram as muralhas de tempestade da cidade para as tempestades criadas por Andrius. Desesperada para encontrar algum descanso, ela orou fervorosamente, e essas orações foram ouvidas por um espírito do vento sem forma. Sua fé, assim como os gritos de seu povo por ajuda, fortaleceram o espírito e deram-lhe a capacidade de criar um pequeno abrigo para eles. Conforme a fé do clã crescia, fortalecia ainda mais o espírito, eventualmente dando a Gunnhildr o poder de proteger.

Após a morte de seu pai, Gunnhildr se tornou a nova líder do clã, bem como sua primeira sacerdotisa. Quando o espírito — agora conhecido como o "elfo/fada" — ergueu a bandeira da rebelião contra o reinado de Decarabian ao lado do Bardo Sem Nome, Amos, e do Guerreiro Ruivo,[2][3] Gunnhildr liderou seu clã na batalha contra Decarabian. Os rebeldes saíram vitoriosos, e Gunnhildr coroou o espírito, agora o Arconte Anemo, com louros.

Pode-se presumir que Gunnhildr seguiu Barbatos até Lago de Sidra, onde estabeleceu a atual Cidade de Mondstadt. Pouco se sabe sobre o resto de sua vida.

Legado

Algum tempo após a morte de Gunnhildr, os descendentes do clã adotaram seu nome como o nome do clã para homenageá-la.

Na história recente, um descendente do clã Gunnhildr, Eckhard Gunnhildr, compilou as histórias sobre Gunnhildr passadas de geração em geração no livro Biografia de Gunnhildr.

Curiosidades

Notas

  1. De acordo com a descrição de Espada do Sacrifício, o Clã Gunnhildr também adorava o Deus do Tempo. No entanto, esse aspecto se perdeu na história e não está registrado na Biografia de Gunnhildr, portanto, não se sabe quando a prática começou e terminou.

Referências

Navegação

Advertisement