Genshin Impact Wiki
Advertisement
Genshin Impact Wiki
Notice Paimon.pngQue tal explorarmos a área à frente mais tarde?
Essa página contém spoilers não marcados da história do jogo. Leia por sua conta e risco.
Este artigo é sobre o personagem. Para o chefe do Domínio da Punição, veja Fundo da Árvore do Dragão Ocultor.

Azhdaha (Tajik: Aждаҳо‎ Aƶdahô, "Dragão"; Persian: اژدها‎ Azhdaha, "Dragão") é dragão elemental de Geo mencionado em algumas lendas de Liyue; os Tesouro Sem Nome são gravados com designs que contam sua história, [3] e a Missão de Mundo: Rastros de Tianqiu refere-se a ele.

Na Versão 1.5, Azhdaha foi lançado como um Chefe Semanal no Domínio da Punição Fundo da Árvore do Dragão Oculto.

Perfil

Um dragão gigantesco tão antigo quanto as montanhas.
Andou junto com Rex Lapis do Porto de Pedra em tempos imemoriais, mas voltou-se contra ele e foi selado sob a escuridão da rocha. Com o passar das eras, seu poder gradualmente foi perdido, e sua aparência ficou distorcida por todos os tipos de sofrimentos.
O tilintar leve das correntes e os rugidos do dragão vibram entre as montanhas como uma memória.

Azhdaha é o mais antigo dos Dragartos.[4] Segundo a lenda, ele era uma forma de vida Geo cega que morava no subsolo, mas desejava ver a vida na superfície, então Morax o desenterrou e concedeu-lhe a habilidade de ver. Como parte de seu contrato subsequente, Morax o avisou que se Azhdaha colocasse em perigo a ordem de Liyue, ele não hesitaria em selá-lo de volta ao subsolo. Azhdaha tornou-se amigo de Morax e da própria humanidade, tendo um gosto especial pelos ferreiros.

Com o passar do tempo, Azhdaha começou a sofrer de "erosão"; ele esqueceu o rosto de Morax e se contraiu com o tempo, e quando os humanos começaram a se aventurar no Despenhadeiro para minerar, a exploração excessiva de seus recursos danificou as Linhas Ley internas, causando muito sofrimento a Azhdaha. Apesar das tentativas de Morax de interromper o processo com seus poderes, Azhdaha começou a atacar os próprios humanos que jurou proteger, forçando o Arconte Geo a intervir ao lado do Formatador de Montanhas, Escultor da Luae um terceiro adeptus desconhecido que desde então se perdeu para a história. Dada a força formidável de Azhdaha como um antigo ser elemental, Morax e os adepti tiveram dificuldade em subjugar o enlouquecido Azhdaha, em uma batalha que começou no abismo e abriu um caminho de destruição ao norte até o Monte Nantianmen. No entanto, com a consciência remanescente de Azhdaha aceitando voluntariamente seu destino, eles foram finalmente capazes de selar seu eu Corroído na Árvore do Dragão em Nantianmen. Os confrontos de energia elemental durante esta batalha também resultaram na criação do minério Dragonite.[3]

Azhdaha nunca perdoaria Morax por sua suposta "traição", e eventualmente foi capaz de manifestar uma parte de seu poder em um avatar chamado Jiu. Jiu compartilhava do ódio de seu criador por Morax, mas como o recipiente assumiu a forma de uma criança, aqueles que ela conheceu acenaram com sua raiva. Azhdaha então decidiu se libertar de sua prisão fazendo Jiu manipular um grupo de mineiros dno Despenhadeiro para viajar até a Árvore do Dragão Oculto para desenterrar o selo, no qual suas picaretas e seus ataques o destruiriam e permitiriam que ele vagasse por Liyue mais uma vez para decretar vingança.[5] Sem que ele soubesse, essa tentativa também permitiu que o lado benevolente restante de sua consciência escapasse, que possuía um humano; Kun Jun; para avisar Morax da trama. Isso provaria ser a ruína de Azhdaha, já que ele foi eventualmente derrotado pelo Viajante, Zhongli (a forma atual de Morax) e sua própria consciência benevolente. O enlouquecido Azhdaha parecia ter recuperado parte de sua sanidade depois de exaurir suas forças antes de ser selado novamente, enquanto a consciência benevolente se despedia pacificamente de Morax.[5]

Missões e Eventos

Missões Lendárias

  • Capítulo de Historia Antiqua
    • Ato II: Não é Uma Mera Pedra
      • Em Meio ao Caos, a Rocha Permanece Imóvel

Eventos

Curiosidades

  • Azhdaha é o primeiro chefe de Domínio da Punição à reconhecer a composição do grupo, começando com um diálogo de introdução exclusivo e terminando com um diálogo de encerramento exclusivo se Zhongli estiver no grupo.
  • O presente da visão de Morax para Azhdaha possivelmente se refere a um idioma chinês popular 画龙点睛 huàlóng diǎnjīng, "para desenhar um dragão e pintar os olhos", que é derivado de um antigo e lendário conto popular. Conta a história de um menino que tinha o talento de desenhar dragões. Seus dragões ganhariam vida quando ele terminasse de desenhar os olhos pintando pontos pretos para as pupilas, mas de outra forma permaneceriam meramente como pinturas.
    • Este idioma é usado para descrever como um pequeno toque final geralmente é adicionado a uma peça de trabalho para torná-la completa ou perfeita. Assim, uma tradução lógica em português poderia ser "adicionar o toque final".

Etimologia

  • O nome chinês 若陀 Rětuó usa a pronúncia única do caractere que é usado quase exclusivamente para transliterações do sânscrito para o chinês, em vez da pronúncia comum ruò.

Design

  • Na mitologia iraniana, Azhdaha é uma criatura mítica equivalente a um dragão, embora ainda seja considerada uma cobra. Um tema recorrente com os azhdahas do mito é que eles cresceram demais e aterrorizaram as pessoas na terra, então Deus os lançou ao mar, onde eles continuaram a crescer e até criaram asas como barbatanas.
    • Muito do que deflagrou o conceito de Azhdaha foi baseado na compreensão da equipe de design de Genshin Impact da mitológica de Azhdaha como "algo sinistro que está escondido por um longo tempo, mas que um dia surgirá".[4] O modelo em si foi baseado em antigas representações chinesas de um dragão quadrúpede parecido com um sapo, em vez dos designs tradicionais ocidentais e orientais. (Embora ambos também apareçam nas formas de Dvalin e na forma Divina de Zhongli, respectivamente.)
    • Há um herói persa chamado Rostam que mata um azhdaha como um de seus feitos. Embora haja um personagem histórico chamado Rostam em Genshin Impact, não há nenhuma ligação conhecida entre Rostam, que viveu a maior parte (senão toda) de sua vida em Mondstadt, e Azhdaha.

Histórico de Mudanças

Lançado na Versão 1.5

Referências

  1. VA Matthew Greenbaum's Announcement
  2. JP Twitter - VA Announcement
  3. 3,0 3,1 Diálogo de Linlang sobre o Tesouro Sem Nome
  4. 4,0 4,1 Nascimento de um Dragão: Nos bastidores da criação de Azhdaha
  5. 5,0 5,1 Capítulo de Historia Antiqua, Ato II: Em Meio ao Caos, a Rocha Permanece Imóvel

Navegação

Advertisement